Mostra no Rio traz filmes da diáspora

10/05/2010




A III Espelho Atlântico - Mostra de Cinema da África e da Diáspora acontece do dia 11 a 16 de maio, no Rio de Janeiro. As exibições rolam simultaneamente nas salas 1 e 2 da Caixa Cultural. A mostra proporcionará uma abordagem atual e significativa da produção cinematográfica africana contemporânea e da realizada fora do continente, mas que dialoga diretamente com a herança cultural do continente africano.

Com direção geral da cineasta Lilian Solá Santiago, a mostra é uma rara oportunidade de assistir a importantes títulos, alguns inéditos por aqui, capazes de provocar uma profunda reflexão sobre os pontos de identificação e convergência entre as identidades brasileira, africana e ocidental.

SERVIÇO:

III Espelho Atlântico – Mostra de Cinema da África e da Diáspora
Local: CAIXA Cultural RJ – Cinemas 1 e 2
Endereço: Av. Almirante Barroso, 25, Centro (Metrô: Estação Carioca)
Telefones: (21) 2544-4080
Temporada: de 11 a 16 de maio de 2010
Horários: Sessões a partir das 19h
Ingressos: R$ 4,00 (inteira), R$ 2,00 (meia-entrada)


PROGRAMAÇÃO E SINOPSES

*Dia 11/05 – terça-feira
Exibição seguida de Festa de Abertura no "Estrela da Lapa"
“O espírito de luta (documentário)". Classificação 12 anos
(George Amponsah (Gana/ Estados Unidos / Reino Unido, 2007, 80 min.)
Premiado com o AfroPop Award (2008) e no Festival de Documentário Real Life, exibido no New York African Film Festival e no Africa In The Picture Film Festival.
Três boxeadores, dois homens e uma mulher de uma pequena comunidade de Gana, buscam seu caminho para conquistar os maiores prêmios desse esporte, em Nova Iorque e Londres. A realidade da África moderna, os sonhos e ambições de seus jovens lutando por recompensa, respeito e a conquista de seu espaço.
Roteiro: George Amponsah/ Produção: Michael Tait/ Produção Executiva: Leslie Amponsah, Christi Collier, Jacqui Timberlake/ Fotografia: George Amponsah/ Montagem: James Devlin/ Trilha sonora: Eric Windrich/ Produtora: Guardian Films/ Produtor Associado: Dionne Walker


*Dia 12/05 – quarta-feira
Quero um vestido de noiva”. Classificação 12 anos
(Zimbabwe, 2008. Direção: Tsitsi Dangarembga. Ficção, Beta SP, 26’, Cor)
Kundisai está de casamento marcado e deseja comprar um belo vestido de noiva. Tanto ela quanto seu noivo não têm dinheiro para transformar esse sonho tão simples em realidade. Para conseguir o vestido, Kundisai faz escolhas que podem não ter o resultado esperado.
Roteiro: Tsitsi Dangarembga/ Produção: Olaf Koschke/ Fotografia: Linette Frewin/ Montagem: Olaf Koschke/ Trilha sonora: Sister Flame/ Produtora: Nyerai Films com apoio de UNFPA Zimbabwe

Yandé Codou, uma griot de Senghor”. Classificação Livre
(Senegal, 2008. Direção: Agèle Diabang Brener. Documentário, Betacam, 52’, Cor)
Prêmio de público de melhor documentário no Festival de Filmes de Dakar (2008).

A cantora Yandé Codou Sène, 80 anos de idade, é uma das últimas mestras da poesia polifônica “sérère”. O filme é um olhar íntimo sobre uma diva que atravessou a história do Senegal perto de um dos seus maiores mitos, o presidente e poeta Léopold Sédar Senghor.
Roteiro e Produção: Angèle Diabang Brener/ Diretor de Produção: Fabacary Assymby Coly (Loguiss)/ Assistente de Produção: Coudy Aly Dia/ Fotografia: Florian Bouchet & Fabacary Assymby Coly/Montagem: Yannick Leroy/ Edição: Damien Defays/ Som: Mouhamet Thior/ Mixagem de som: Damien Defays/ Trilha sonora: Yandé Codou Sène, Wasis Diop, Youssou Ndour/ Produtora: Karoninka/ Co-Produção: Africalia Belgium


*Dia 13/05 – quinta-feira
“Darluz”. Classificação 12 anos
(Brasil, 2009. Direção: Leandro Goddinho. Ficção, MiniDV, 15’, Cor e P&B)
“Dei José, dei Antonio, dei Maria. Dei, daria e dou. Não posso criar.”
Premiado no 17º Festival de Vídeo de Teresina – PI e no 16º Festival de Cinema e Vídeo de Cuiabá. Selecionado para o 10º International Film Festival Hannover.
Elenco: Mawusi Tulani, Antonio Vanfill, Carolina Bianchi, Ricardo Monastero, Ester Laccava, Tayrone Porto, Valdir Grillo, Lucélia Sérgio/ Roteiro: João Fábio Cabral e Leandro Goddinho/ Direção de Produção: Juliana Kiçula e Renata Esperança/ Produção: Leandro Goddinho/ Fotografia: Fred Ouro Preto/ Direção de Arte: Antonio Vanfill/ Montagem: Leandro Goddinho/ Design de som: Leandro Goddinho


Aproveite a pobreza”. Classificação 14 anos
(Holanda, 2008. Direção: Renzo Martens. Documentário, BetaCam, 90’, Cor)
Selecionado para a abertura de Amsterdam International Documentary Festival.
Durante dois anos, o diretor viajou pelo Congo, desvendando a indústria da luta contra a pobreza no país pós-guerra civil. Sua conclusão: a pobreza veio para ficar, e "combatê-la" é uma indústria que em nada beneficia os pobres.
Roteiro: Renzo Martens/ Produção: Peter Krüger, Renzo Martens/ Fotografia: Renzo Martens/ Montagem: Jan De Coster/ Edição de Som: Raf Enckels/ Mixagem de som: Federik van de Moortel/ Produtora: Renzo Martens Menselijke Activiteiten/ Co-Produtora: Inti Films


*Dia 14/05 – sexta-feira

“Quase todo dia”. Classificação Livre
(Brasil / Estados Unidos, 2009. Direção: Gandja Monteiro. Ficção, 35mm, 18’, Cor)
Selecionado para o Los Angeles Latino International Film (2009), Festival do Rio de Janeiro (2009) e Tribeca Film Festival (2009).

Em um dia de inverno, Priscilla e sua filha percorrem uma longa jornada enfrentando engarrafamentos, situações inesperadas e o descaso das pessoas de quem Priscilla mais precisa neste importante momento de sua vida.
Elenco: Priscila Marinho, Agatha Marinho, João Lima, Fernanda Félix, Hélio Braga/ Roteiro: Gandja Monteiro/ Produção Executiva: Gandja Monteiro, Kevin Sutavee/ Produção: Carol Albuquerque/ Fotografia: Julia Equi/ Montagem: Gandja Monteiro, Bruno Toré/ Som: Bruno Fernandes/ Mixagem de som: Richard Levengood/ Direção de arte: Carolina Britto / Produtora: 6&B Films/ Co-produção: Laura Grant/ Produtora Associada: Juliana Monteiro, Ana Sette, Bruno Toré


35 doses de rum". Classificação 14 anos
(França/Alemanha, 2008. Direção: Claire Denis. Ficção, 35mm, 100’, Cor)
Selecionado para o Toronto Film Festival (2008) e Festival de Veneza (2008). Premiado em Gijón International Film Festival (2008) e nomeado em Chlotrudis Awards (2010).

O viúvo Lionel vive com sua filha, Josephine no subúrbio de Paris. Enquanto ele atrai a atenção de uma mulher de meia-idade, um taxista do bairro flerta com Josephine. Lionel percebe que a filha está ficando independente e que talvez seja hora deles confrontarem seus passados.
Elenco: Alex Descas , Mati Diop , Nicole Dogué , Grégoire Colin , Jean-Christophe Folly, Julieth Mars, Djedjé Apali, participação especial: Ingrid Caven/ Roteiro: Jean-Pol Fargeau e Claire Denis/ Direção de Produção: Benoit Pilot/ Produção: Bruno Pesery/ Fotografia: Agnès Godard/ Montagem: Guy Lecorne/ Música: Tindersticks/ Direção de arte: Arnaud de Moléron/ Som: Martin Boissau, Christophe Winding e Dominique Hennequin/ Produtora: Soudaine Compagnie/ Co-produção: Christophe Friedel e Claudia Steffen

*Dia 15/05  sábado
“Black Berlim". Classificação Livre
Selecionado para o Lateinamerika-Institut (LAI) da Universidade Livre de Berlim (FU Berlin).
(Brasil /Alemanha, 2009. Direção: Sabrina Fidalgo. Ficção, DV, 13’, Cor e P&B)

Nelson é um jovem baiano estudante de engenharia em uma renomada universidade em Berlim. Leva uma vida hedonista, distante de suas verdadeiras raízes. Tudo muda quando ele passa a encontrar Maria, uma imigrante ilegal do Senegal. As lembranças o remetem a um passado que ele preferia esquecer.
Elenco: Bobby Gomes, Sabrina Fidalgo, Robson „Caracú“ Ramos, Marília Coelho, Walter Chavarry, Luíza Baratz, João Vítor Nascimento,Tonia Reeh, André Schröder, Carolina Ciminelli, Juan Velloso Melo, Clara Buentes e Lucas Cruz/ Narração: João Correa/ Roteiro: Sabrina Fidalgo/ Produção Executiva: Sabrina Fidalgo e Monique Cruz/ Fotografia: Ras Adauto/ Montagem: Chico Serra e Fernando Oliveira/ Trilha sonora: Liz Christine/ Direção de arte: Marcelo Moraes/ Som: Toninho Muricy/ Mixagem de som: Bruno Espírito Santo/ Produtora: Kfofo Productions/ Co-produção: Eduardo Raccah/ Co-produção: Casa Cinco Produções, Associação Cultural & Teatral Ubirajara Fidalgo


“Em Quadro - A História de 4 Negros nas Telas”. C
lassificação Livre
Selecionado para a abertura da Mostra Especial Fora de Competição do 37º Festival de Cinema de Gramado e para o Festival do Rio (2009).
(Brasil, 2009. Direção: Luiz Antonio Pilar. Documentário, Color Digital, 93’, Cor)
O documentário retrata vida e obra de Ruth de Souza, Zezé Motta, Léa Garcia e Milton Gonçalves. Os cineastas Roberto Farias, Cacá Diegues, Antonio Carlos da Fontoura e Joel Zito Araújo relatam experiências em obras como O Assalto ao Trem Pagador, Xica da Silva, A Rainha Diaba e Filhas do Vento.
Roteiro: Luiz Antonio Pilar/ Produção Executiva: Luiz Antonio Pilar/ Assistente de direção e produção: Flavia Trindade/ Fotografia: Daniel Leite e Werner Lachtermacher/ Montagem: Duda Villa Verde e Flavia Trindade/ Trilha sonora: Julius Britto/ Produtora: Black e Preto Produções Artísticas, LAPILAR Produções Artísticas


*Dia 16/05  Domingo
“Doido Lelé". Classificação Livre
(Brasil, 2009. Direção: Ceci Alves. Ficção, 35mm, 15’, Cor)
Premiado no 4º Festival do Paraná de Cinema Brasileiro Latino, exibido na mostra Corrida Audiovisuelle, em Toulouse como convidado da École Supérieure d’Audiovisuel (ESAV), França.
Caetano sonha em ser cantor de rádio na década de 1950 e foge todas as noites de casa para tentar, sem sucesso, a sorte num programa de calouros. Até que, uma noite, ele aposta tudo numa louca e definitiva performance.
Elenco: Vinícius Nascimento, Jussara Mathias, Maurício Pedrosa, Nonato Freire/ Produção: Vanessa Salles/ Roteiro: Ceci Alves/ Produção Executiva: Fátima Fróes/ Fotografia: Pedro Semanovschi/ Montagem: Dedeco Macedo/ Direção de arte: Hamilton Lima/ Trilha Sonora: Gerônimo Santana/ Som: Napoleão Cunha

Bem-vindo à Nollywood". Classificação 12 anos
Selecionado para o Full Frame Documentary Film Festival (2007), Avignon Film Festival (2007) e Melbourne International Film Festival (2007).
(Estados Unidos, 2007. Direção: Jamie Meltzer. Ficção, 35mm, 56’, Cor)

Em Lagos, capital da Nigéria, o diretor segue três dos mais conceituados realizadores de Nollywood, cada um com seu diferente estilo e personalidade, enquanto produzem seus filmes sobre amor, guerra, traição e o sobrenatural.
Roteiro: Jamie Meltzer/ Produção: Michael Cayce Lindner, Henry S. Rosenthal/ Fotografia: Bruce Dickson, Akinola Davies, Jamie Meltzer/ Montagem: Daniel J. Friedman/ Música: Ben Krauss e Dave Nelson/ Co-produção: National Black Programming Consortium e Infinity Films Nigeria/ Produtores Associados: Chris Eriobu, Akinola Davies, Bruce Dickson

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Design provided by Free Web Templates| Modifikasi and Adaptation For Blogger by Jalooe Blog