Encontro Afro-latino discute situação de afrodescendentes

25/05/2010


Coincidindo com o Dia da África, começa hoje  (25) em Salvador,  Bahia, o segundo Encontro Iberoamericano de Ministros de Cultura para uma Agenda Afrodescendente nas Américas.  Com o objetivo de elaborar um plano de políticas públicas para a igualdade racial, os ministros de Cultura e outros representantes de 20 países da América Latina e do Caribe se reunem até a próxima sexta-feira.

O segundo Encontro Afro-latino -como se denomina de maneira sintética- elaborará essas ações por meio de projetos e propostas de cooperação entre os participantes do evento, promovido pelo Ministério de Cultura, através da Fundação Cultural Palmares.

A reunião constitui um compromisso assumido em 2008, na primeira reunião efetuada em Cartagena, Colômbia, cuja declaração final, denominada Agenda Afrodescendente nas Américas, contribuiu a criar novos horizontes no programa multilateral de cooperação no campo cultural e foi determinante para que a Organização das Nações Unidas declarasse 2011 como Ano da Ascendência Africana.

Além dos ministros do ramo, à convocação de Salvador assistem representantes de organismos internacionais como a Organização dos Países Ibero-americanos, a Organização das Nações Unidades para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) e a Organização Internacional para as Migrações.

Oficinas de percussão e atividades artísticas farão parte também do segundo Encontro Afro-latino, enquanto uma das novidades da reunião será a apresentação do Observatório Afro-latino, um intercâmbio virtual (por internet) de conteúdos sobre as culturas das comunidades afro-latinas e caribenhas.

Criado pela Fundação Cultural Palmares, esse projeto tem o objetivo de compartilhar ideias e propostas de pensamento sobre a questão dos negros na região e pretende estar em permanente elaboração, com a ajuda de todos os empenhados na luta pelo reconhecimento da contribuição africana na construção de suas sociedades.

Dados oficiais refletem que na América Latina e no Caribe se concentra hoje uma população de 150 milhões de afrodescendentes e a diáspora africana na região representa cerca de 30 por cento da população total.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Design provided by Free Web Templates| Modifikasi and Adaptation For Blogger by Jalooe Blog